As semijoias finas chegaram para conquistar o coração dos amantes de acessórios e se tornaram uma tendência atemporal com o passar dos anos. 

Além da busca constante por produtos deste tipo, essas peças delicadas são produzidas com metais não preciosos, porém, possuem uma grande durabilidade.

Hoje em dia, o que não falta é opção de modelos para os consumidores escolherem aquele que mais combina com seu estilo.

Mas, se você ainda não conhece as semijoias finas ou gostaria de saber mais sobre elas para comercializar em sua loja de forma consistente, continue nos acompanhando neste post!

 

O que são semijoias finas?

As semijoias trabalhadas são peças muito sofisticadas e luxuosas, das quais contam com elementos presentes em modelos de jóias legítimas.

Mesmo que elas não sejam feitas inteiramente por metais preciosos, elas possuem banhos que garantem a sua alta qualidade e brilho.

Sua versatilidade e beleza são suas principais características, além de serem acessórios que nunca saem de moda.

 

Por que as semijoias finas se tornaram tão importantes para o universo dos acessórios?

Porque elas são peças incrivelmente bonitas e com uma ótima durabilidade. Tudo isso trouxe a atenção das pessoas para o mundo das semijoias e, com isso, elas se tornaram referência neste ramo.

Todas as semijoias finas garantem ao usuário um toque muito especial para qualquer tipo de look.

Com todos esses elementos, o aumento nas vendas de acessórios não legítimos continua a crescer cada dia mais.

 

Como identificar uma semijoia fina de uma bijuteria?

É muito comum que algumas pessoas acabem confundindo as semijoias finas com as bijuterias.

No entanto, cada uma dessas peças possui diferentes características e conhecê-las é extremamente importante para saber diferenciá-las.

Antes de mais nada, é preciso ter em mente que as bijuterias são peças com a qualidade muito inferior às semijoias, além de não serem antialérgicas.

Essa questão faz muita diferença no momento de usá-las e é preciso atenção para isso. Além disso, outras formas de identificar essas variações entre as peças são:

Design diferenciado

As semijoias finas são itens que contam com um design totalmente diferenciado de tudo o que estamos acostumados.

Enquanto as bijuterias possuem formatos e modelos menos trabalhados e sem muito brilho, as peças de qualidade são extremamente delicadas e belas.

Ausência de níquel nas semijoias finas

Os acessórios de qualidade superior não contam com o níquel em sua composição, como é o caso das bijuterias.

Esse metal é conhecido no mercado por causar alergias e ser extremamente tóxico para o nosso corpo.

Brilho diferenciado

As semijoias trabalhadas possuem um brilho bastante duradouro e que pode ser facilmente comparado com o que está presente nas joias legítimas.

Já no caso dos acessórios de má qualidade, o realce é bem mais tímido e é facilmente perdido com o passar do tempo.

Galvanização única

Todas as semijoias finas passam por um processo de galvanização única, que é utilizada em qualquer peça que tenha uma boa qualidade e dificilmente desbota.

As bijuterias contam apenas com um banho fino de um metal precioso que pode descascar em poucas vezes de uso.

Qualidade das pedras

As pedras, como a zircônia, estão presentes na grande maioria dos modelos das semijoias diferenciadas.

Elas são responsáveis por tornar o acessório ainda mais atraente e especial.

Você pode encontrar peças com zircônias das mais variadas cores e tamanhos e elas podem ser identificadas pela sua aparência, que chega muito próximo a de um diamante.

As bijuterias também podem ser comercializadas com pequenos brilhos em sua composição, mas neste caso, os strass, que são pedras inferiores, serão utilizados.

Categorias de semijoias finas para apostar na sua loja!

Se você se interessou por apostar nas semijoias finas na sua loja, mas ainda não sabe quais categorias escolher, não se preocupe.

Nós separamos algumas opções que serão sucesso de vendas para o seu negócio, confira:

Maxi brincos com zircônia

Os maxi brincos são algumas das peças mais procuradas hoje em dia, principalmente para serem usados em eventos exclusivos.

Eles são ótimas opções para quem deseja investir nas semijoias finas para o seu negócio, além de serem extremamente bonitos.

Neste caso, é muito importante optar por versões com zircônias na sua composição, pois elas são as queridinhas do público.

Trio de anéis

Outra categoria muito procurada hoje em dia é o trio de anéis. Além de serem muito elegantes e estilosos, essas peças podem ser utilizadas em diferentes ocasiões, pois são discretas e bonitas.

As semijoias trabalhadas são facilmente encontradas nesta versão de acessório e elas trazem um toque muito especial para o look de quem a está utilizando.

Você pode escolher entre modelos com ou sem pedras, porém, a dica é sempre contar com mais de uma opção no seu estoque, para que assim possa garantir um público maior para a sua loja.

Maxi colares

Assim como os brincos, os maxi colares estão voltando com tudo para um mercado que conta cada vez mais com peças extravagantes.

Mesmo com seu tamanho, todos os acessórios que são feitos de semijoias finas são muito requintados e trazem beleza para qualquer composição de look.

Eles são grandes apostas para um negócio, pois garantem a total satisfação dos clientes que amam usar um elemento marcante em seu visual.

 

Vale a pena trabalhar com semijoias finas?

Sim! As semijoias finas são capazes de atrair a atenção de qualquer pessoa que gosta de simplicidade e elegância em seus acessórios.

Além disso, elas são itens atemporais, que podem facilmente acompanhar as mudanças do mundo da moda, sem sofrerem alterações.

Caso você queira saber mais sobre as semijoias trabalhadas ou qualquer outro assunto do ramo, acompanhe o blog da Franco Galvânica!

Nossa empresa é especializada em galvanização de peças de acessórios e garante a alta qualidade de todos os seus produtos, confira!

 

Deixe seu comentário